30 novembro, 2009

Mafuá do matuto 28-11-2009

Foi arretado!
O sábado 28/11/2009 no mercado da Boa Vista com o evento MAFUÁ DO MATUTO, participações de Fim de Feira e Rogério Rangel com seu forró de primeira, e também dos poetas Dedé Monteiro e Chico Pedrosa que foram bastante aplaudidos por todo o público que lotou o mercado.

VÍDEOS DO EVENTO:










26 novembro, 2009

Boa notícia. SENADO APROVA: Atividade de repentista é reconhecida como profissão



Com a presença de mais de 30 repentistas de vários estados nordestinos, a Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou, nesta quarta-feira (25), projeto de lei do deputado André de Paula (DEM-PE), que reconhece a atividade de repentista como profissão artística. A proposta foi aprovada em decisão terminativa pela comissão.

De acordo como o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), relator da proposta (PLC 174/07), a medida visa a atualizar lei que trata da regulamentação das profissões de artistas e de técnico em espetáculos de diversões (lei 6.533/78), que não incluia a atividade de repentista entre os artistas.

Repentista, pelo projeto, é quem usa o improviso rimado como meio de expressão artística cantada, falada ou escrita, com composição feita de imediato ou pelo recolhimento de composições de origem anônima ou da tradição popular. Assim, ressalta Crivella, são considerados repentistas os cantadores e violeiros improvisados, os emboladores e cantadores de coco, os poetas repentistas e os cantadores declamadores de causos da cultura popular, bem como os escritores da literatura de cordel.

Crivella informou que o repente saiu do interior do Nordeste e hoje está presente nos grandes centros urbanos do Brasil. Essa manifestação cultural, ressaltou o senador, ultrapassa as referências culturais populares nordestinas.

- O repente nordestino é um dos melhores exemplos de uma arte popular complexa e dinâmica. Este fenômeno cultural é elemento dos mais importantes de uma tradição poética em processo constante de adaptação a novas condições - observou Marcelo Crivella.

O senador José Agripino (DEM-RN) disse que os cordelistas possuem grande talento e o manifestam com expressão de apreço e carinho pelo Nordeste. A atividade, destacou, representa a cultura do Nordeste em todo o país.

Na avaliação da presidenta da CAS, senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN), o repente, muitas vezes, serve como instrumento de divulgação e apoio às causas sociais, uma vez que podem falar de ações de cidadania. Como exemplo, ela contou que repentistas já contribuíram com ações contra a dengue e a mortalidade infantil.

Rosalba disse ainda que no período da ditadura militar essa forma de expressão artística era um dos únicos meios de divulgação de mensagens educativas, na qual os estudantes encontravam estímulo para lutar pela liberdade.

Comemoraram ainda a aprovação da proposta os senadores Paulo Paim (PT-RS), Roberto Cavalcanti (PRB-PB), Eduardo Suplicy (PT-SP) e Flávio Arns (PSDB-PR).

Após a aprovação da proposta, repentistas cantaram o Repente da Vitória: "O repente tem dois séculos, e foi reconhecido agora".

Iara Farias Borges / Agência Senado
FONTE: http://www.senado.gov.br/agencia/verNoticia.aspx?codNoticia=97745&codAplicativo=2

24 novembro, 2009

Vídeo: PINTO DO MONTEIRO E LOURO DO PAJEÚ

Olá amigos e amigas visitantes deste blog!

Consegui com o amigo Poeta Marcos Passos, uma raridade poética em forma de vídeo, trata-se de um vídeo com 15 minutos gravado em 1969 com os repentistas PINTO DO MONTEIRO e LOURO DO PAJÉU.

Deixo aqui o vídeo em 2 partes:
OBS: Devido ao player da rádio, vocês devem clicar no canto direito do vídeo no nome youtube para serem direcionados ao vídeo na própria página do youtube e fecharem a página do blog, para não ficar ouvindo os dois sons da rádio e do vídeo.



19 novembro, 2009

Hoje é o dia do cordelista!

Parabéns a todos que escrevem cordel(também estou nesse meio), somos perpetuadores de uma arte que ensina, informa e diverte de maneira única dotada de regras de métrica e rima. Qualquer pessoa pode ser um cordelista desde que siga as normas da escrtita poética.
um grande abraço e mais uma vez parabéns poetas e poetisas!
P.S.
Deixo aqui um trecho de uma poesia do poeta Zé luís, da qual procuro o restante. [FAVOR QUEM CONHECER ME ENVIAR O RESTANTE]. Esta poesia foi feita na ocasião de um julgamento e o poeta advogado escreveu em decassílabo:

Esse túmulo de paginas amassadas
É um templo de provas encobertas
Suas páginas depois que são abertas
Soltam cheiro de carne torturada
É um poço de provas fabricadas
Tétrico jogo de efeitos visuais
Conjunção de comboes policiais
Saudosista dos anos repressores
Uma injuria, uma farsa, enfim senhores
Um subir de fumaça e nada mais.

A defesa não veio aqui pedir
Liberdade indevida pra ninguém
Nem prender Idelfonso que já tem
Sua pena com Deus para cumprir
A defesa só quer ver ressurgir
A verdade real e cristalina
O suspiro da farça que termina
A demência da civilização
E o castigo da lei para os que são
Verdadeiros autores da chacina.

18 novembro, 2009

VINTE MIL Visitas ao Blog do Belmontense!


Venho agradecer a audiência do Blog Do belmontense à vocês que se interessam pela cultura. Completamos 20.000 acessos hoje. Agradeço também aos parceiros Belmonte Canal, Jornal da Besta Fubana, Rádio Vaquejada, Rádio Violanet, Poeta Lima Júnior e Cabras de Lampião,

Obrigado mesmo! Deixo aqui o registro das cidades e quantidade de visitas de cada uma delas:

Quantidade de visitantes por cidade desde a instalação do Google Analitycs:

Recife 173
São Paulo 42
Rio de Janeiro 28
João Pessoa 26
Brasília 26
Fortaleza 20
Belo Horizonte 10
Juazeiro Do Norte 8
Osasco 8
Curitiba 7
Ouro Branco 6
São Luís 5
Floresta 5
Natal 5
Campo Grande 4
(não definida) 4
Aracaju 4
Salvador 4
Campinas 4
Mossoro 4
Santo André 3
Lisboa 3
Goiania 3
Santos 3
Porto Alegre 2
Juazeiro 2
Apucarana 2
Sao Jose Dos Campos 2
Teresina 2
Nova Iguacu 2
Rio Claro 2
Cuiabá 2
Guarda 1
Laranjal Paulista 1
Blumenau 1
Sao Vicente 1
Sete Lagoas 1
Bauru 1
Guayaquil 1
Jequie 1
Londrina 1
Indaiatuba 1
Barueri 1
Rome 1
Castelo Branco 1
Marilia 1
Braco Do Norte 1
London 1
Matriz de Camarajibe 1
Santa Barbara 1
Vitoria 1
Maceió 1
Puerto Madero 1
Berlin 1

17 novembro, 2009

CONVITE

Dia 04-12-2009 Festa de 4 anos da Equipe Kcteros na bagaceira.
VÍDEO COM FESTAS DA EQUIPE:



DETALHES EM BREVE

12 novembro, 2009

A poesia conquistando a criançada

Olá amigos e amigas!

É muito bom ver a poesia conquistando as crianças, coisa muito boa diante das músicas pornofônicas da atualidade, encontrei estes dois vídeos com poesias de Jessier Quirino declamadas por crianças. Assistam e espalhem para quem sabe agradarmos mais uns pequeninos que venham a ser também perpetuadores da arte.
seguem os vídeos:

PROBLEMA CARDIUCO


VIRGULINO LAMPIÃO, DEPUTADO FEDERÁ



um abraço!

11 novembro, 2009

2º PAJEÚ em POESIA


Não podemos perder esse evento!
fonte: blog BOOM TRIUNFO BOOM!


Obrigado amigos e amigas visitantes deste espaço

Fico feliz quando acesso o blog e vejo visitas dos mais distantes lugares, tem gente na Suíça, Portugal, Estados Unidos e também por todo Brasil como vemos nesta foto abaixo:


Isso deixa um blogueiro cultural como eu bastante satisfeito e com vontade de sempre melhor o espaço para vocês!

abração!

07 novembro, 2009

04 novembro, 2009

Banda MANACÁ lança CD após longa espera.

A banda Manacá que tem por vocalista a Cantora e atriz Letícia Persiles, que recentemente estreou no seriado CAPITÚ da Rede Globo, lançou recentemente o cd que traz o nome da banda. Letícia esteve em nossa cidade no ano de 2007 para conhecer a Cavalgada à Pedra do Reino, pois o seu trabalho tem influências da cultura do sebastianismo e na época ela fazia um trabalho de conclusão de curso sobre o sebastianismo. O nome da banda refere-se a uma planta brasileira, que por coincidência foi utilizada em coquetéis alucinógenos nos rituais sebastianistas ocorridos no ano de 1838 na Pedra Do Reino em São José do Belmonte, onde várias pessoas morreram na esperança de ressuscitarem o Rei Dom Sebastião, morto na batalha de Alcacér Quibir na África. Pois bem, o Cd da banda traz encartes e capa com referências a cultura nordestina e na capa encontra-se a figura de Dom Sebastião. Já nos encartes também é possível encontrar xilogravuras de J. Borges.
Letícia Persiles
fonte da foto:

Ouça aqui a faixa "faca de ponta":


Veja aqui um vídeo release da banda:


segue um texto de Taís Toti, Jornal do Brasil

RIO - No começo de 2008, parecia que o Manacá era mesmo a bola da vez. A banda liderada por Letícia Persiles tinha sido eleita pelo Caderno B como a aposta do ano no pop nacional e o disco de estreia do quarteto – finalizado nos primeiros meses do ano passado – estava na boca do forno para sair pela multinacional EMI. Entretanto, só agora, mais de um ano e meio depois, o Manacá lança seu auto-intitulado disco de estreia, reunindo os 12 rocks com influência regional e folclórica que o grupo afiou em seus shows desde 2006.

– Se dependesse da banda o CD sairia no ano passado, aproveitando o movimento da minissérie Capitu (da rede Globo, na qual a vocalista interpretou a personagem-título) – explica a cantora e por vezes atriz. – Mas a partir do momento em que você se prende a uma gravadora, acaba perdendo o controle sobre esse tipo de decisão. (Procurada pelo Caderno B, a EMI não se pronunciou sobre o adiamento no lançamento do CD.)

O grande intervalo entre as gravações e o lançamento fez com que a banda fizesse algumas mudanças nos arranjos, adaptando as músicas às novas influências que foram surgindo no trabalho.

– Dois anos é bastante tempo para um artista. O próprio Manacá já fez grandes mudanças na sonoridade. Quando gravamos o disco ficamos supercontentes com o resultado, tivemos toda liberdade de fazer do jeito que queríamos. Mas se eu fosse fazer esse disco hoje, não teria essa cara.

Letícia Persiles explica que muitas músicas estão sendo executadas de maneira diferente da do disco, mas não é uma mudança drástica – “Diabo”, por exemplo, música de mais sucesso do Manacá, “continua do jeito que era”. As influências folclóricas, em especial de música cigana, sempre presentes nas músicas da banda, agora ganham mais destaque – a exemplo de O galo cantou. Incluída no disco em duas versões, ao vivo banda toca o arranjo acústico, com forte influência de música do Leste Europeu.

– Damos mais espaço para o que antes chamávamos de “influência” ou “referência”. A rabeca, o cello, muito mais espaço para o acordeon. A bateria está mais educada, tem momentos fortes e outros em que segura mais. Tem mais diálogo, mais nuances, uma variedade maior de oscilações na sonoridade. Trouxemos mais para frente coisas que antes ficavam numa lembrança.

O baixista Daniel Wally acredita que a grande mudança é a incorporação dos dois músicos de apoio, Lui Coimbra (violoncelo e rabeca) e Renato Cigano (acordeon) nos shows da banda.

– Na época eles entraram somente para gravar e enriquecer o disco, e nós tocávamos ao vivo sem os instrumentos de apoio. Mas agora estamos utilizando em todos os shows, explorando mais timbres.

Bruno Baiano, baterista, completa:

– Agora a gente não consegue tocar sem eles.

No repertório em si, pouca coisa mudou. Além das músicas do disco, a banda acrescentou algumas músicas que não são de sua autoria. Os covers acompanham Canto de ossanha, música de Vinícius de Moraes e Baden Powell que ganhou um ar sexy na voz de Letícia e que entrou para o disco.

– Temos já umas três músicas mais ou menos trabalhadas, mas não estão acabadas. Mas estamos guardando para o próximo trabalho, elas não serão para os shows – explica Daniel Wally.

As sobras transformadas em arte por Raimundo Rodriguez (A pedra do reino e Hoje é dia de Maria) e as xilogravuras de J. Borges se misturam às fotos e letras do Manacá na arte elaborada do disco.

– O resultado é sensacional. A banda não podia ter sido mais bem representada através da arte gráfica. Tem o trabalho do Raimundo, que é um artista contemporâneo, atrelado à arte tradicional do Borges – elogia Letícia. – Tem também essa mistura do santo com o profano, que usamos bastante nas músicas.

Mesmo com a clara manifestação nordestina na capa – J. Borges e Raimundo Rodriguez são nordestinos – e com muito uso de rabeca e acordeon no disco, a vocalista de olhos verdes de ressaca afirma que a banda não quer simular a sonoridade.

– Não temos a pretensão de ser uma banda carioca-nordestina. Mexemos com música que a gente gosta. Se gostamos de sonoridades do Nordeste, do Leste Europeu, ou manifestações do Sudeste, do interior, nós trazemos para cá.

Entre o rock e o regionalismo, o baterista Bruno Baiano acha que não há um som que predomine.

– A ideia não é focar em uma coisa só, e sim misturar tudo. Vamos absorvendo o máximo possível.

Além das artes plásticas, o Manacá tem relações com o teatro e a literatura, seja no nome da banda, (inspirado no nome da flor que leram no Romance da pedra do reino, de Ariano Suassuna), seja no trabalho de Letícia em Capitu, adaptação do livro de Machado de Assis, Dom Casmurro.

– Influência não é só música. Tudo que trazemos de bagagem, de conhecimento, o meu trabalho paralelo como atriz, nós aproveitamos. Não tem porque separar drasticamente uma coisa da outra. Mesmo nossa concepção de palco abrange uma série de atividades diferentes. O palco tem que ser respeitado como espaço sagrado, seja tocando ou numa peça, tudo faz parte do mesmo universo.

A mistura do Manacá já passou por grandes festivais de música brasileiros, como o Mada, em Natal, o Calango, em Cuiabá, o Se Rasgum, em Belém, e também no carioca Humaitá pra Peixe.

– Nos festivais tem essa miscelânea não só de bandas como de pessoas, cada uma dessas pessoas e bandas trazendo sonoridades diferentes, ideias diferentes para tudo, som e imagem – afirma Baiano.

Quem quiser acompanhar o Manacá ao vivo terá que esperar um pouco, mas aparições na TV devem acontecer logo.

– Não temos uma turnê acertada, mas nas próximas semanas devemos gravar um clipe, que deve ser da música de trabalho, Diabo - conta Wally.

fonte: http://jbonline.terra.com.br/pextra/2009/10/25/e251017563.asp
Related Posts with Thumbnails

Poeta Heleno Alexandre disse:


Com Cícero Moraes nossa poesia
Tem mais um espaço pra ser divulgada
Com vídeo que mostra baião e toada
Interpretação, ritmo e melodia
Letras de canções, notícias do dia
Tudo que envolve arte popular
Quem não viu ainda é melhor entrar
Abaixo é o link pra ser acessado
Do Blog que hoje é o mais visitado
Nos dez de galope da beira do mar

RADIO REPENTISTAS

RADIO REPENTISTAS
REPENTES PELA VIDA

HINO de São José do Belmonte-PE

MINHAS POESIAS E DECLAMAÇÕES NO YOUTUBE

RÁDIO CULTURA NORDESTINA